Notícias

15 de dezembro de 2017

AMPERN e MPRN homenageiam o promotor Manoel Alves Pessoa Neto pelos 20 anos de seu falecimento

O Dia Nacional do Ministério Público foi lembrado na manhã desta sexta-feira (15/12), em um evento realizado na Procuradoria-Geral de Justiça, ocasião em que a AMPERN, em conjunto com a PGJ, prestou homenagem póstuma pela passagem dos vinte anos da morte do promotor de Justiça Manoel Alves Pessoa Neto, assassinado no dia 8 de novembro de 1997, em seu local de trabalho e em razão das suas funções. Na ocasião, foi entregue a Daniel Alves Pessoa, filho de Manoel Alves, uma placa em homenagem ao colega.

O Presidente da AMPERN, Fernando Vasconcelos, e o PGJ, Eudo Leite, proferiram breves palavras destacando a trajetória de Manoel Alves na Instituição e registrando o seu exemplo de atuação, de dedicação e de ética.  “O triste assassinato de Manoel Alves é lembrado com profundo pesar, mas o exemplo de homem íntegro e dedicado que foi Manoel Alves serve como guia para atuação funcional do Ministério Público. Seu nome fica para sempre marcado na história do MPRN, e será sempre lembrado com saudade e carinho por tudo que semeou e fez em vida”, destacou o presidente da AMPERN, Fernando Vasconcelos.