Notícias

10 de novembro de 2017

Homenagem da AMPERN ao promotor Manoel Alves Pessoa Neto, assassinado há 20 anos no exercício da profissão

Oito de novembro de 1997, dia em que o promotor Manoel Alves Pessoa Neto foi assassinado durante o exercício de suas funções. A data completou 20 anos esta semana.

“O assassinato de Manoel Alves causou um impacto muito forte naqueles que faziam o MPRN à época e à sociedade em geral, trazendo a profunda tristeza e uma série de reflexões. Manoel Alves foi exemplo de atuação, de dedicação e de ética, pagando com a própria vida pela sua obstinação pela justiça. 

Lembramos o fato com profundo pesar, mas sabemos que o exemplo de homem íntegro e dedicado que foi Manoel Alves serve como guia para atuação funcional do Ministério Público. O nome do colega Manoel Alves fica para sempre marcado na história do MPRN, e será sempre lembrado com saudade e carinho por tudo que semeou e fez em vida.”

Fernando Vasconcelos - Presidente da AMPERN